22°C 27°C
Santa Quitéria, CE
Publicidade

Secretaria de Segurança Pública deixa de divulgar nomes de suspeitos presos no Ceará

Decisão é baseada na Lei, afirma pasta

09/02/2024 às 17h15
Por: Thiago Rodrigues Fonte: O POVO
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Desde a última segunda-feira, 5, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) deixou de divulgar os nomes de suspeitos presos em ações das forças de segurança do Estado. Em nota, a SSPDS afirma que a decisão atende orientação da Assessoria Jurídica da pasta e tem como intuito adequar-se à Lei de Abuso de Autoridade (Lei Nº 13.869/2019).

“As imagens de suspeitos já não eram divulgadas pela pasta”, diz a nota. "Ressalta-se que a maioria das unidades da federação já adotou a mudança em seus canais oficiais de divulgação de notícias".

Ainda conforme a pasta, a mudança também tem como finalidade resguardar dados relacionados a investigações e à inteligência policial. “A SSPDS-CE esclarece que seguirá difundindo informações de interesse da sociedade, promovendo e valorizando a imagem de seus órgãos vinculados”.

Na última terça-feira, 6, foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) portaria que abria sindicância administrativa contra o delegado Paulo Hernesto Pereira Tavares, ex-titular da Delegacia Municipal de Aurora (Cariri Cearense), por publicar em uma conta no Instagram fotos, endereços e nomes completos de presos em ações daquela unidade.

Em 2021, a SSPDS já havia deixado de divulgar os nomes das vítimas de homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte sob argumento de atender a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). No mesmo ano, a pasta deixou de publicar relatórios diários de ocorrências, em que havia informações como endereços, nomes de vítimas e suspeitos de diversos crimes ocorridos no Estado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade