21°C 32°C
Santa Quitéria, CE
Publicidade

Hospital de Santa Quitéria enfrenta superlotação; média é de 150 a 200 pessoas por dia

Quem necessita de atendimentos de urgência e emergência tem reclamado da longa fila, da pouca quantidade de médicos e demora no atendimento.

16/04/2024 às 18h24 Atualizada em 16/04/2024 às 19h05
Por: Raflézia Sousa
Compartilhe:
Júlio Gaúcho/AVSQ
Júlio Gaúcho/AVSQ

O Hospital Municipal de Santa Quitéria tem registrado na última quinzena uma superlotação de pacientes buscando atendimento médico devido às viroses que assolam a cidade. Conforme informações da recepção do hospital, são recebidas em média 150 a 200 pessoas por dia. Quem necessita de atendimentos de urgência e emergência tem reclamado da longa fila, da pouca quantidade de médicos e demora no atendimento.

Apesar de serem dois médicos disponíveis durante 24h, apenas um realiza os atendimentos emergenciais, o outro, fica responsável pelo atendimento no consultório, cuidando de pacientes já internados. A reportagem do site esteve nesta terça-feira (16/04) no hospital, e constatou que até as 9h30 da manhã, já haviam 49 pessoas presentes, sendo que apenas 15 dessas, haviam sido atendidas até o momento. 

A população, que tem chegado com sintomas de diarreia, vômito, febre ou dores no corpo, têm aguardado de duas a três horas. Uma mãe, que estava na fila com seu filho doente, conta que chegaram às 7h e só foram atendidos às 9h50, quase quatro horas de espera.

Júlio Gaúcho/AVSQ

O diretor do hospital, Bruno Tavares, afirma que o município está vivenciando uma grande epidemia de arboviroses, de doenças causadas por vírus e virose da mosca, e comenta: “são dois médicos atendimento no município, a população pergunta se realmente tem dois médicos atendendo, devido a superlotação”, mas afirma que encara essa situação como sinônimo de muito trabalho sendo realizado pelos profissionais, e espera que a situação seja normalizada em breve.

Publicidade
Publicidade
Publicidade