21°C 32°C
Santa Quitéria, CE
Publicidade

Policial civil e psicólogo é demitido suspeito de abusar de sobrinho com autismo durante consultas no Ceará

O caso aconteceu em Bela Cruz, no interior do estado. O acusado era inspetor da delegacia do município.

10/05/2024 às 14h00
Por: Raflézia Sousa Fonte: G1 Ceará
Compartilhe:
Polícia Civil/Reprodução
Polícia Civil/Reprodução

Um inspetor da Polícia Civil, que também atua como psicólogo, foi demitido da corporação. Ele é acusado de abusar do próprio sobrinho, uma criança de 11 anos, durante as sessões de terapia. A demissão dele foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) na última terça-feira (7). O caso aconteceu em Bela Cruz, no interior do Ceará. Ele foi condenado a 15 anos de prisão, mas responde em liberdade.

O suspeito é casado com a tia da vítima. Em depoimento, a mãe da vítima informou que o filho foi paciente do ex-policial civil durante quatro anos. A criança tem diagnóstico de Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade - TDAH e Transtorno do Espectro Autista - TEA.

De início, o acusado teria recusado fazer os atendimentos devido ao vínculo familiar com a vítima. No entanto, a mãe da criança e a tia (esposa do acusado) insistiram que ele atendesse o menino, tendo em vista que não há muitas clínicas psicológicas no município, segundo o Diário Oficial.

Os atendimentos, então, seguiram entre 2019 e 2022. Até que as sessões foram encerradas pelo próprio psicólogo que, no entanto, não deu justificativa para o encerramento, conforme depoimento da família.

Publicidade
Publicidade
Publicidade