20°C 33°C
Santa Quitéria, CE
Publicidade

Lula sanciona lei que institui o Dia do Rei Pelé, celebrado na data do milésimo gol

Lei que cria dia do Rei Pelé é sancionada pelo presidente Lula, em reconhecimento à importância do maior jogador de todos os tempos.

02/07/2024 às 13h37
Por: Josyvânia Monteiro Fonte: GCmais
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sancionou, nesta terça-feira, a lei que cria o dia do Rei Pelé, a ser celebrado anualmente em 19 de novembro, data em que anotou o milésimo gol de sua carreira, em jogo diante do Vasco, em 1969. A norma foi publicada no Diário Oficial.

A nova lei é resultado do projeto de lei (PL) 5.867/2023, da Câmara dos Deputados. A matéria foi aprovada em maio, pela Comissão de Esportes do Senado (Cesp), com relatório favorável do senado Jorge Kajuru (PSB-GO).

Em seu voto, Kajuru destacou a importância de Pelé dentro do esporte nacional e também mundial. Com quatro Copas do Mundo em sua trajetória, ele faturou o título pela seleção brasileira nas edições de 1958, na Suécia, em 1962, no Chile, e ainda 1970, no México.

“O projeto simboliza um reconhecimento mais do que merecido a uma das figuras mais emblemáticas e influentes não só do futebol brasileiro, mas do esporte mundial. Pelé transcendeu os limites do campo para se tornar um verdadeiro embaixador do Brasil”, destacou o senador.

O milésimo gol de Pelé foi anotado no estádio do Maracanã. Ele cobrou o pênalti que garantiu a vitória de 2 a 1 sobre os cariocas. Ao balançar a rede, o gramado foi invadido por jornalistas, que registraram o camisa 10 santista beijando a bola no fundo da meta.

Pelé defendeu a seleção brasileira entre os anos de 1957 e 1971. Ele disputou 114 partidas com a camisa amarela e marcou 95 gols. Considerado o maior jogador de todos os tempos, ele morreu no dia 29 de dezembro de 2022, aos 82 anos, em São Paulo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade