20°C 33°C
Santa Quitéria, CE
Publicidade

Projeção de alta de R$ 0,15 no litro da gasolina deve impactar motoristas no CE a partir desta terça (9)

Além da gasolina, o gás de cozinha (GLP) também deve sofrer aumento.

09/07/2024 às 09h17
Por: Raflézia Sousa Fonte: Portal GCMAIS
Compartilhe:
Reprodução
Reprodução

Nesta segunda-feira (8), a Petrobras anunciou um aumento de R$ 0,20 no preço do litro da gasolina, que deve afetar os motoristas do Ceará. O impacto será confirmado nesta terça-feira (9), quando as distribuidoras serão impactadas pelo novo valor. A projeção é de que o repasse ao consumidor final seja de aproximadamente R$ 0,15.

Antônio José Costa, assessor de Assuntos Econômicos do Sindipostos, afirma que ainda não há uma decisão sobre se haverá aumento para os motoristas. No entanto, ele ressalta que a margem de acréscimo será próxima ao valor repassado à distribuidora, levando em conta que a gasolina contém 27% de álcool, que também sofreu alta.

Com um reajuste de 7,12%, o preço de venda da gasolina A para as distribuidoras passará a ser de R$ 3,01 por litro. O impacto no consumidor final dependerá de cada varejista, considerando a margem de lucro dos comerciantes e distribuidoras, além dos custos logísticos.

Além da gasolina, o gás de cozinha (GLP) também deve sofrer aumento. O reajuste será de R$ 3,10 por botijão de 13 kg, representando um aumento de 9,81%. O último ajuste no preço do gás de cozinha foi em 1º de julho de 2023, quando houve uma redução de 3,9%. O aumento anterior, de 24,9%, ocorreu em 11 de março de 2022.

Este é o primeiro ajuste nos preços de venda de gasolina e GLP da Petrobras para as distribuidoras em 2024. Anteriormente, a última alteração nos preços havia sido uma redução em outubro de 2023 para a gasolina e em julho de 2023 para o gás de cozinha.

Desde maio de 2023, a Petrobras adotou uma nova política de preços, deixando de seguir a paridade internacional, o que resultou em redução de R$ 0,17 nos preços de venda para as distribuidoras. Os ajustes visam adequar os preços à realidade do mercado interno, considerando variações como o preço do petróleo e o câmbio.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade