22°C 27°C
Santa Quitéria, CE
Publicidade

Vereador e adversário se envolvem em confusão e trocam agressões na plenária do PT em Santa Quitéria

O confronto, que foi originado por uma discussão acalorada sobre política, rapidamente evoluiu para agressão física entre os envolvidos

30/10/2023 às 17h34 Atualizada em 31/10/2023 às 00h22
Por: Thiago Rodrigues
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Na plenária do PT de Santa Quitéria, ocorrida no último sábado (28/10), uma confusão nos bastidores resultou em troca de agressões verbais e físicas, envolvendo o vereador Renato Catunda e Raimundo Nonato Pinto Borges, popularmente conhecido como Nonatinho da Solidade, um correligionário simpatizante do prefeito afastado Braguinha.

O confronto, que foi originado por uma discussão acalorada sobre política, rapidamente evoluiu para agressão entre os envolvidos. O vereador alega que foi empurrado por Nonatinho e sofreu um golpe próximo ao olho, enquanto Nonatinho foi atingido com uma garrafa térmica na cabeça e no rosto, além de socos desferidos por Renato. A briga foi separada e contida por outros que estavam presentes.

Em um áudio que circula nas redes sociais, Nonato afirma que fez uma pergunta ao vereador acerca de um áudio antigo que mencionava sobre a sua pessoa. "Ele veio se revoltar contra a minha pessoa e desferiu uma garrafa no meu rosto. A gente lamenta a situação que aconteceu, tinha muitos cidadãos lá dentro e não teve nenhum respeito com o público que estava ali, descontroladamente", declarou. Ele relatou também que, no momento, estava sob efeito de bebida alcoólica.

Por sua vez, Renato se manifestou, por meio do seu perfil, denunciando o ataque e descrevendo-o como covarde. "Estava rodeado de amigos, quando o correligionário se aproximou de mim e começou a me agredir verbalmente, falando de mim e outros colegas vereadores, mas muito voltado a mim, principalmente por conta do afastamento do prefeito Braga. Durante essas palavras, agressões verbais, ele me agrediu fisicamente e eu me defendi como homem que eu sou, mas o problema hoje da nossa cidade é as pessoas não saberem diferenciar a política do pessoal. Não é com esse tipo de coisa que vai me amedrontar ou acovardar", pontuou.

Os dois compareceram na manhã de hoje (30) para registrar boletim de ocorrência na Delegacia.

Publicidade
Publicidade
Publicidade