21°C 32°C
Santa Quitéria, CE
Publicidade

Aneel aprova redução de 3,03% na tarifa de energia da Enel no Ceará

A redução é associada à queda nos custos com a compra de energia e à variação negativa do IGP-M

16/04/2024 às 12h43 Atualizada em 16/04/2024 às 14h26
Por: Josyvânia Monteiro Fonte: gcmais
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (16) uma redução de 3,03% para a tarifa de energia elétrica da Enel Distribuição Ceará. Esse percentual vale para os clientes de baixa tensão, que engloba os imóveis residenciais e pequenos comércios.

Para os clientes de média e alta tensão, que são geralmente as indústrias e grandes comércios, haverá redução de 2,1% na tarifa. Conforme divulgado, as mudanças passam a vigorar a partir da próxima segunda-feira (22).

A redução é associada principalmente à queda nos custos com a compra de energia (-8,67%) e à variação negativa do Índice Geral de Preços – Mercado (índice IGP-M) nos últimos 12 meses (-4,63%). A parcela da tarifa que é repassada à distribuidora (chamada parcela B) também caiu (-2,41% em média) e contribuiu diretamente para a redução no valor total das tarifas aos consumidores.

A conta de energia é composta por custos que não estão relacionados apenas aos serviços de distribuição, o que significa que parte dos custos não são gerenciados pela Enel Ceará, como impostos, encargos setoriais e custos de geração e transmissão de energia, entre outros. As tarifas são definidas pela agência reguladora, a Aneel, com base em leis e regulamentos federais.

“Em uma fatura de energia no valor de R$ 100, somente R$ 29,3 são destinados à Enel Distribuição Ceará para operação, expansão, manutenção da rede de energia e para remuneração dos investimentos. Os demais itens são custos não gerenciados pela companhia e repassados às empresas de geração, transmissão e ao Governo Federal”, explica Hugo Lamin, Diretor de Regulação da Enel Brasil.

Publicidade
Publicidade
Publicidade