21°C 32°C
Santa Quitéria, CE
Publicidade

Justiça suspende julgamento de educador físico suspeito de matar esposa após defesa alegar insanidade mental

Antônio Márcio Ribeiro Parente e Silva, de 49 anos, foi preso em flagrante acusado de matar a esposa, Cristiane Lameu e Silva, de 45 anos, a golpes de faca, na capital em janeiro deste ano.

16/05/2024 às 09h33
Por: Rita de Cássia Fonte: G1 Ceará
Compartilhe:
Foto: TV Verdes Mares/Reprodução
Foto: TV Verdes Mares/Reprodução

A Justiça suspendeu o julgamento do educador físico Antônio Márcio Ribeiro Parente e Silva, de 49 anos. A defesa dele entrou com alegação de insanidade mental. Então, a Justiça determinou que o julgamento, que deveria acontecer no próximo dia 22 de maio, fique suspenso até a avaliação desse pedido. Antônio Márcio é suspeito de matar a mulher com golpes de faca na frente do filho, em Fortaleza.

A decisão foi assinada pelo juiz de direito Fábio Rodrigues Sousa, e constou nos autos do processo nesta quarta-feira (15), uma semana antes da data prevista para o julgamento. Antônio Márcio vai a júri popular, após decisão do Tribunal de Justiça. O feminicídio aconteceu no dia 31 de janeiro deste ano, na frente do filho do casal, na própria residência da família, localizada no Bairro Luciano Cavalcante.

Cristiane Lameu e Silva, de 45 anos, foi localizada sem vida no interior do imóvel. Uma faca, uma pistola de airsoft, uma espingarda de chumbo, uma espada, um bastão de ferro retrátil e cinco aparelhos celulares foram apreendidos durante a investigação do caso.

Ainda segundo a polícia, o filho do casal, ao ver a violência contra a mãe, saiu de casa e pediu ajuda aos vizinhos. A criança explicou que o pai agredia a mãe. Os moradores ao verem o nervosismo do menino chamaram a polícia.

Publicidade
Publicidade
Publicidade