21°C 32°C
Santa Quitéria, CE
Publicidade

Acusado de feminicídio e de ferir a enteada em Santa Quitéria é denunciado pelo Ministério Público

Crime teria sido cometido por Pedro Igor, inconformado com o fim do relacionamento de 4 anos com a vítima

15/04/2024 às 14h12
Por: Thiago Rodrigues
Compartilhe:
Reprodução
Reprodução

O Ministério Público do Ceará apresentou denúncia na sexta-feira (12/04) contra Pedro Igor da Silva Cavalcante por feminicídio e tentativa de feminicídio, após ele ter assassinado a companheira e lesionar a orelha da enteada de 12 anos, no último dia 08 em São Damião dos Bragas, zona rural de Santa Quitéria.

De acordo com o promotor José Luciano da Silva, os crimes ocorreram por motivo torpe, com emprego de meio cruel, impossibilitando a defesa das vítimas. Além de responder por feminicídio e tentativa de feminicídio, o MP requer ainda, ao final da ação, que o autor seja condenado a pagar indenização à adolescente por danos materiais e estéticos, bem como indenizar os demais filhos da vítima por danos morais.

Conforme o órgão na denúncia, na noite anterior ao crime, em conversa com o acusado, Cassiana Marques Gonçalves comentou sobre o receio de perder a guarda dos quatro filhos para o pai. Após o diálogo, o casal iniciou uma discussão que levou a vítima a terminar o relacionamento de 4 anos. Inconformado com o fim da relação, o acusado desferiu vários golpes contra ela.

Em seguida, Pedro Igor enganou a adolescente, supostamente chamando-a para prestar ajuda, quando também começou a golpeá-la. A menor foi submetida a uma neurocirurgia ainda na semana passada, na Santa Casa de Sobral. De acordo com a unidade, a orelha sofreu cortes, e não corre "risco de perda".

O acusado encontra-se recolhido desde o fatídico dia na Unidade Prisional Regional de Sobral, à disposição da Justiça.

Publicidade
Publicidade
Publicidade