22°C 30°C
Santa Quitéria, CE
Publicidade

Motorista de aplicativo furta bolsa com celular e medicamentos de criança durante viagem

Homem aproveitou momento que passageira entrou em uma escola para buscar os filhos.

03/04/2024 às 14h13 Atualizada em 03/04/2024 às 14h19
Por: Josyvânia Monteiro Fonte: G1
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Um motorista de aplicativo é suspeito de furtar um celular e uma bolsa com medicamentos de uma criança diabética durante uma viagem no Bairro Guararapes, em Fortaleza, na tarde desta terça-feira (2). O crime foi flagrado por uma câmera de segurança.

O vídeo mostra o momento que a passageira deixou duas mochilas no carro de aplicativo, ao lado do motorista, e voltou para pegar os filhos que estavam no interior do colégio. Enquanto aguardava a passageira, o condutor abriu uma das mochilas, retirou uma bolsa menor e escondeu próximo ao banco dele. Nessa bolsa estavam um celular, medicamentos e aparelhos de saúde do filho diabético da passageira, de 4 anos.

Segundo um parente da vítima, que terá a identidade preservada, a mulher não percebeu o que havia ocorrido e seguiu na viagem com as duas crianças. Durante o trajeto, o despertador do celular furtado tocou, pois estava programado no horário de medir a glicemia do garoto. Mesmo ouvindo o alarme, a passageira não encontrou a bolsa menor que guardava os objetos e perguntou ao motorista, que disse não ter ouvido nada e aumentou o som do veículo. Ao pedir para baixar o som, para identificar de onde estava vindo o toque do celular, o homem chegou a informar que não poderia fazer, com o pretexto de que o som do carro estava com problema. Com medo, a mulher seguiu até o destino com as crianças.

A Uber informou que desativou temporariamente a conta do motorista e disse que "não tolera nenhum comportamento criminoso".

De acordo com a Polícia Civil, o fato foi noticiado por meio de um Boletim de Ocorrência e será investigado pelo 4º Distrito Policial (4º DP). As imagens da câmera de segurança irão auxiliar as apurações.

"Ao chegar em casa, ela percebeu a atitude e ligou para a escola para saber se poderia mostrar as câmeras. A escola cedeu e no vídeo comprova que abriram a bolsa da criança, ele viu o que tinha dentro e colocou a bolsa menor perto do banco dele. A mãe ficou muito triste, muito chateada. A insulina ele [filho] precisa tomar; se ele não toma, pode ter danos para a vida dele", disse o familiar da passageira.

Ainda conforme a testemunha, a família entrou em contato com a Uber para reportar o que teria acontecido, porém a empresa informou que não haveria ressarcimento e não forneceriam informações sobre o motorista.

Publicidade
Publicidade
Publicidade