21°C 33°C
Santa Quitéria, CE
Publicidade

Professor é preso por suspeita de matar o próprio cão em chácara no Ceará

Corpo do animal foi encontrado mutilado, assim como demais cachorros em estado de desnutrição

06/06/2024 às 14h42
Por: Josyvânia Monteiro Fonte: G1
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Um professor de inglês, de 57 anos, foi preso por suspeita de matar o próprio cão em uma chácara na cidade de Juazeiro do Norte, no Cariri cearense, na noite desta quarta-feira (5)

De acordo com a Polícia Militar, os agentes do Batalhão de Polícia de Meio Ambiente (BPMA) foram acionados, por volta de 21h, para uma ocorrência de maus-tratos contra um cão que estaria sendo enforcado pelo tutor.

Ao chegar no endereço, na localidade de Sítio Pedra de Fogo, na zona rural da cidade, os policiais abordaram o professor e fizeram uma vistoria na propriedade, momento em que encontraram vários cachorros em estado de desnutrição, além de um morto, mutilado.

O suspeito foi levado para a Delegacia Regional de Juazeiro do Norte e autuado por maus-tratos a animais. Ele já tem antecedentes criminais por furto e ameaça

Já o corpo do cachorro, foi encaminhado para uma clínica veterinária, onde foi feito um laudo pelo médico veterinário, para posteriormente o animal passar por uma necropsia.

Em 2021, o professor chegou a abrir uma "vaquinha" em um site com o objetivo de arrecadar R$ 2 mil. Na campanha ele aparece em uma foto com um cachorro. Na descrição, o homem colocou que era professor de inglês, mas "as coisas ficaram difíceis na pandemia" e ele não conseguiu se restabelecer.

Além disso, o docente alegou que estava com câncer, desempregado, a ponto de ser despejado e seus cachorros estavam sem comida. Apesar dos apêlos, na época ele conseguiu arrecadar apenas R$ 105.

Publicidade
Publicidade
Publicidade