21°C 33°C
Santa Quitéria, CE
Publicidade

Astrólogo é indiciado por extorquir repórter que despencou do 3º andar

O astrólogo foi indiciado por extorsão qualificada e lesão corporal grave, já que o repórter sofreu uma série de fraturas nas duas pernas

08/06/2024 às 11h43
Por: Josyvânia Monteiro Fonte: Metrópoles
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) indiciou um astrólogo por extorsão, após o caso envolvendo a queda de um jornalista do terceiro andar de um prédio na Asa Norte, em 23 de maio último, vir à tona. Investigadores da 5ª Delegacia de Polícia (Área Central) concluíram que o suspeito tentou extorquir o repórter de TV, após se conhecerem por meio de um aplicativo de encontros gay.

Apavorado, o jornalista foi ameaçado e coagido a pagar a quantia de R$ 500 após a relação sexual entre os dois. Antes do encontro, a vítima havia se certificado que o astrólogo não era garoto de programa e não cobraria pela transa. A polícia conseguiu confirmar essas informações após acessar as conversas deles no app.

O jornalista teria se desesperado ao ver que a porta do imóvel estava trancada. Assustado, ele tentou passar da varanda do terceiro andar para a sacada logo abaixo, no segundo pavimento.

No entanto, ele escorregou e sofreu a queda. Ele sofreu graves lesões nos membros inferiores, passou por uma cirurgia na bacia, onde alguns pinos de titânio foram fixados.

O astrólogo foi indiciado por extorsão qualificada, devido à lesão corporal grave que o repórter sofreu em decorrência da queda. Caso seja julgado e condenado, o suspeito pode cumprir uma pena que varia de 16 a 24 anos de prisão.

Publicidade
Publicidade
Publicidade